PRÁXIS Reflexão e Debate sobre Trabalho e Sindicalismo
Sindicalismo, Direitos Laborais...
Faltam trabalhadores

Faltam trabalhadores? Não! Faltam empregos de qualidade e bem pagos.

Partilhar

Num interessante e oportuno estudo do ETUI, da autoria de Wouter Zwysen, encontra-se uma importante resposta à insistente denúncia patronal de falta de trabalhadores disponíveis. Muitos, na opinião pública em geral e na publicada em particular, foram dando abrigo acrítico  ao discurso patronal. 

O nosso convite é para que leiam o pequeno documento de trabalho (em inglês, aqui ). 

De todo o modo, aceitem algumas referências conclusivas do mesmo.  A primeira é a de que a escassez de mão de obra é notável e aumentou em empregos e salários com salários mais baixos e piores condições de trabalho. Necessariamente tal tem um significado profundo e determinante para a análise do problema. No entanto, as abordagens patronais tendem a concentrar-se na pressão para mais migração e mais mobilidade. Claro está, perpetuando o modelo de emprego de baixíssima qualidade e os seus níveis de lucro. 

Importa ainda referir que a escassez de mão de obra atual não começou com a pandemia; já se evidenciava esta tendência nos tempos anteriores. 

Por outro lado, mudanças importantes ao nível da transição digital e verde, tal como as consequências do Covid 19, têm um natural impacto na excassez que se enfrenta. 

O que é preciso é aumentar consideravelmente os salários,  reduzir decisivamente a desigualdade salarial em geral e melhorar as condições de trabalho, adotando padrões mínimos universais a respeitar. 

Façamos assim e veremos que o problema não existirá mais. 

 

 

Designed by katemangostar – Freepik.com

Partilhar

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Lear mais..